29 abr Estrutura de rede – Adequação e benefícios para o seu negócio

Estrutura de Rede

Sua empresa está em ritmo de crescimento e você precisa estruturar melhor alguns pontos. Muito se fala da necessidade de ter uma rede estruturada, mas do que exatamente se trata isso?

A rede é o pilar da sua empresa quando se trata da comunicação de dados. É por meio dela que os colaboradores acessam as informações do dia a dia da empresa, e por isso, a forma como irá organizar a estrutura física e lógica é de extrema importância.

Mas afinal, o que é uma estrutura de rede?

Uma estrutura de rede compreende um conjunto de computadores ativos e cabos, que trabalham em conjunto, sincronicamente, fazendo conexões entre todos os equipamentos. Seu perfeito funcionamento é imprescindível para que não haja perda de dados. Por isso, os equipamentos precisam se comunicar internamente, tanto para compartilhar uma impressora quanto para compartilhar dados internos.

Adequação da estrutura de rede

Adequar a estrutura da rede é um dos pontos mais importantes para garantir o bom funcionamento do negócio, definindo alguns pontos, como: tipo de tecnologia, tipo de equipamento, necessidade de redundância, quantidade de computadores que estarão conectados à rede, computador para gerenciamento e qual o empenho para diagnosticar uma falha na rede.

É importante também definir a topologia, ou seja, o padrão no qual a rede estará conectada aos computadores e outros componentes, sendo que pode ser fisicamente ou logicamente. Há duas categorias básicas de topologias de rede:

    • Topologia física: Representa como as redes estão conectadas, layout físico e o meio de conexão dos dispositivos de redes. A forma com que os cabos são conectados, e que são chamados de topologia da rede física, influencia em diversos pontos considerados críticos, como a flexibilidade, velocidade e segurança. Para a topologia física existem alguns tipos: ponto a ponto, barramento, estrela, anel, malha e árvore.

 

  • Topologia lógica: Refere-se à maneira como os dados são transmitidos através da rede a partir de um dispositivo para o outro sem ter em conta a interligação física dos dispositivos. São capazes de ser reconfiguradas por tipos especiais de equipamentos como roteadores e switches. Os tipos dessa topologia são: Ethernet e Fiber Distributed Data Interface (FDDI).

 

Benefícios de uma estrutura de rede bem montada

    • Maior disponibilidade: É mais fácil identificar falhas e trabalhar para solucioná-las rapidamente, com isso, os funcionários não ficam ociosos e a empresa ganha em produtividade.

 

    • Melhor desempenho: Os serviços hospedados em servidores podem ser acessados com mais facilidade e agilidade, o que melhora também o desempenho da equipe.

 

    • Otimização dos recursos da rede: Equipamentos possuem múltiplas possibilidades e se configurados corretamente, entregarão toda sua capacidade, não sendo necessário gastos extras com outros produtos.

 

    • Facilidade de controle e suporte: Com a manutenção mais simples e rápida, os profissionais de TI gastam menos tempo focados na solução de problemas.

 

  • Mais proteção: Com a aplicação das orientações dos fabricantes para evitar invasões ou acessos não permitidos, a rede será capaz de proteger os dados confidenciais e estratégicos.

 

Como montar uma estrutura de rede?

Para montar uma estrutura de rede confiável, evitando retrabalho no decorrer do tempo, é importante ter atenção em 9 pontos essenciais:

    1. Infraestrutura física: É preciso conhecer bem o ambiente em que se pretende montar a rede. Com uma planta baixa é possível calcular o início e o fim da estrutura, medir as dimensões para a instalação de cada equipamento e avaliar quanto de material será utilizado para montar a rede estruturada.

 

    1. Pessoas utilizando a rede: Saber essa quantidade é importante para definir a capacidade que será instalada. É preciso calcular o número de pessoas que irão utilizar a rede, levando em consideração a quantidade atual e a futura. É fundamental que se calcule o momento presente da empresa e sua projeção de crescimento, considerando uma margem de aproximadamente 10% de capacidade instalada.

 

    1. Insumos: As duas informações anteriores são fundamentais para que se possa calcular a quantidade de insumos, como quantos metros de cabo de rede e quantos switches serão necessários. Com isso você poderá fazer um orçamento assertivo, sem comprar equipamentos a mais ou a menos.

 

    1. Infraestrutura elétrica: Sua estrutura de rede deverá conter também a instalação elétrica, pois é uma condição para fazer a rede funcionar. Deve ser previsto uma boa instalação elétrica, com geradores de energia exclusivos para os seus servidores.

 

    1. Número de servidores: É preciso conhecer quais e quantas tecnologias serão gerenciadas pela sua rede. Por exemplo, vai utilizar Windows Server? Sistemas Linux? Precisará de sistema de câmeras? Controle de acesso e entre outros? Assim será possível compreender se será preciso de apenas um servidor com capacidade para colocação de várias tecnologias dentro dele ou mais.

 

    1. Sistema de redundância: Todas as coisas são suscetíveis a falhas e imprevistos. Falhas não apenas no planejamento, mas também de fatores externos. Por isso é necessário garantir a disponibilidade de funcionamento dos equipamentos em eventuais falhas no sistema principal. Assim sua empresa e seus colaboradores poderão continuar operando normalmente.

 

    1. Provedor de internet dedicada: Ter um provedor de internet de qualidade é necessário para garantir a estabilidade da rede e o status online da sua empresa em tempo integral. Inclusive, considerar a possibilidade de contratar de mais de uma empresa provedora.

 

    1. Monitoramento: Para um bom funcionamento da rede estruturada requer atenção ao monitoramento. Ter pessoas para esse fim é essencial para verificar constantemente os serviços e sua funcionalidade como a estabilidade da rede.

 

  1. Segurança da informação: É imprescindível que se tenha um ótimo firewall para a aplicação de políticas de acesso e controle de consumo de banda. Além disso, da proteção contra vírus e ataques massivos. E também estar sempre atento aos updates, eles são indispensáveis para garantir e manter a segurança da rede da sua empresa.

 

Planejamento para uma estrutura de rede

Contar com uma estrutura de rede que funcione corretamente é essencial para o bom funcionamento da empresa. Para isso, é importante contar com um planejamento que leve em conta critérios como políticas de segurança, conhecimento da gestão da organização e escolha de equipamentos de qualidade.

Ao planejar corretamente, analisando todos os passos necessários para a estruturação de uma rede, é possível evitar erros comuns, como escolha de materiais e equipamentos inadequados e o mau dimensionamento. Desta forma, qualidade, custos e produtividade estarão equilibrados, garantindo a estabilidade e o bom andamento dos negócios.

E você, já investiu na estruturação da rede do seu negócio?

 

Entre em contato agora e converse com um especialista sobre o assunto!